sexta-feira, 2 de maio de 2008

Código transparente, contas fechadas ?

Engraçado como começamos a falar em “Transparência de Contas” e aparece gente dizendo q queremos acabar com o FISL. Parece que a ideia é “Aceite o FISL como ele É ou tu és contra o software livre no Brasil (e provavelmente usa Windows em casa)”.

Mesmo que o FISL acabasse (o que não vai acontecer, e ninguem quer) existem dezenas de eventos acontecendo pelo Brasil afora (alguns com palestrantes internacionais até). O FLISOL aconteceu em diversas cidades simultaneamente, por exemplo. Esses eventos só tendem a crescer e se profissionalizar, criando todo um ecossistema de divulgação de conhecimento técnico.

“Código transparente, contas fechadas” é um lema perigoso que pode acabar com a reputação da comunidade de software livre brasileira.

3 comentários:

Tiago Peczenyj disse...

Calendário do Tchelinux 2008
http://tchelinux.org/blog/?p=1

Um dos poucos grupos 100% autônomos, que levam o software livre a quem precisa, colocando muito suor. Para assistir às palestras basta levar alimentos não perecíveis que depois são revertidos à alguma entidade que precise, de forma transparente.

Tiago Albineli Motta disse...

No mínimo estranhas as reações da comunidade ao se exigir a abertura das contas do Fisl. Parecem-me fruto de fanatismo.

Tiago Peczenyj disse...

Depois dos comentários do Richard Stallman na comunidade de Open BSD (dizendo: "isto aqui não tem a minha bênção") eu só posso deduzir que existe muito fanatismo nesse meio, e de gente que teoricamente prega liberdade.